Arquivo de Agosto, 2010

Madruguei com Noel Rosa

Domingo 6 da manhã, não aguentando mais ficar na cama, me pus de pé e enquanto vestia uma roupa para ir até a padaria percebi um som alto. Parecia um chorinho depois identifiquei que era o samba ‘Com que roupa’ numa gravação bem antiga. Normalmente vizinhos com som alto a esse horário me deixam ‘prostituto’ da vida, porem nesse caso sorri.

A caminho da padaria desviei para ver de onde vinha o som. Duas ou tres casas ao lado da minha, um senhor cuidava do jardim enquanto se deliciava com seus 78 rpm nas alturas. Cumprimentei-o e ele perguntou se o som estava incomodando. Disse que não e que continuasse musicando essa manha cinza e fria com seu repertório.

É preciso evoluir, sim, o futuro é pra frente! Mas não podemos esquecer a educação, o bom senso e os bons modos que o passado ensinou. A vida fica muito mais elegante.

1 Comentário

Pra não falar do tempo frio

O ultimo post foi há mais de um ano e já estou com 37.5! Em parte a falta de posts é preguiça de escrever e em parte medo.

Tenho andado muito criterioso com meus comentários, scraps e assuntos. Quando abro a boca faço as pessoas chorarem. Talvez por ser muito crítico, muito sincero, muito realista (apesar de pisciano) e detestar xurumelas e choramingas.

De certo que o silêncio está sendo bem melhor. Todos deviam pensar nisso: se não tem algo bom pra falar, cale-se. Por isso esse hiato. Por isso não vou falar do tempo.

1 Comentário